Avançar para o conteúdo

Reencarnação: Por que Reencarnamos?

reencarnação
Compartilhe !

Reencarnação: Por que Reencarnamos? Desde tempos imemoriais, a humanidade tem se questionado sobre o propósito de nossas vidas na Terra. Por que nossa alma retorna a este plano terreno para viver uma nova existência? Nós, muitas vezes, confundimos nossa identidade com nosso corpo físico, mas, na verdade, somos muito mais do que nossa “casca”. Somos portadores de uma centelha divina, nosso espírito, que viaja através do tempo e do espaço em uma busca constante por evolução.

Muitos ainda se apegam a conceitos antiquados e errôneos, como castigo e penitência, quando, na realidade, estamos aqui porque nossa frequência vibratória ainda não atingiu o nível necessário para acessar planos espirituais mais elevados. Portanto, retornamos à Terra, repetidamente, para aprender, crescer e purificar nossa essência espiritual.

Nossa jornada na Terra serve como um grande laboratório espiritual, onde nossas imperfeições vêm à tona. Aqui, enfrentamos desafios e situações que estimulam o surgimento de nossas fraquezas e negatividades. E, curiosamente, são essas situações desafiadoras que nos proporcionam as melhores oportunidades de crescimento espiritual.

Quando estamos em planos espirituais superiores, somos como almas puras, repletas de paciência, amor e compaixão. No entanto, quando reencarnamos na Terra, nossa personalidade negativa tende a emergir. Parecemos carregar conosco as sombras de nossa alma, que se manifestam diante das pressões da vida cotidiana. É aqui que nossa jornada se torna um campo de treinamento para a evolução espiritual.

Então, por que escolhemos reencarnar em um plano terreno inferior em vez de permanecer em um plano mais elevado? A resposta está na necessidade de confrontar nossas imperfeições e impurezas. Aqui, na Terra, encontramos os estímulos e desafios necessários para enfrentar nossas fraquezas interiores. É como se estivéssemos frequentando uma escola da alma, onde as lições são projetadas para nos ajudar a crescer e evoluir.

Uma das maiores barreiras para nossa evolução é nossa convicção de que sempre estamos certos em nossos pensamentos e ações. É o nosso ego que nos leva a justificar nossas emoções negativas, como raiva, mágoa, medo e orgulho. No entanto, a verdadeira jornada espiritual requer que reconheçamos essas imperfeições e as enfrentemos com humildade.

O reino vegetal desempenha um papel significativo na transformação das energias negativas presentes na atmosfera terrena em energias positivas de que precisamos. As plantas, com sua sabedoria natural, ajudam a purificar o planeta, capturando o dióxido de carbono tóxico e transformando-o em oxigênio vital. Além disso, a Terapia Floral, desenvolvida por Edward Bach, utiliza o poder curativo das flores para transformar nossos pensamentos e sentimentos negativos. Essa terapia energética age como um auxílio importante no caminho da purificação espiritual, fornecendo um apoio valioso para aqueles que buscam o crescimento interior.

Cada um de nós carrega consigo características de personalidade a serem curadas, como raiva, mágoa, medo, orgulho e materialismo. Estas são imperfeições que nossa alma carrega de encarnações passadas, e nossa jornada na Terra nos dá a oportunidade de enfrentá-las e superá-las. Em vez de culpar os outros ou eventos da vida por nossas imperfeições, devemos reconhecer que elas fazem parte de nós e precisam ser curadas.

Nossa infância e as experiências de vida subsequentes nos mostram claramente as áreas em que precisamos crescer. Quando reagimos negativamente a eventos desafiadores, essas reações revelam o que viemos curar em nossa alma. A raiva, a mágoa, o medo e outros sentimentos negativos são sinais de nossas imperfeições espirituais.

A verdade é que escolhemos nossos desafios antes de reencarnar. No plano espiritual superior, planejamos nossa jornada terrena, escolhendo nossos pais, nossa situação financeira e até mesmo nossas características físicas. Não há necessidade de nos lamentarmos por eventos desafiadores da infância, pois eles são oportunidades para nossa purificação espiritual.

Nossa jornada na Terra é uma contínua busca pela perfeição espiritual. Devemos reconhecer nossas imperfeições como obstáculos a serem superados, em vez de culpar os outros ou circunstâncias externas. Quando enfrentamos desafios e situações que nos provocam emoções negativas, estamos diante de oportunidades valiosas de crescimento. O segredo está em reconhecer que nossas imperfeições são nossas e que devemos trabalhar ativamente para purificar nossa alma.

Ao enfrentar nossas imperfeições e curá-las, nos aproximamos cada vez mais da evolução espiritual. O plano terreno serve como uma escola onde nossas lições nos conduzem em direção à luz da verdadeira compreensão e amor. A jornada da alma na Terra é um caminho de autodescoberta e purificação, uma jornada em busca da divindade que reside dentro de cada um de nós.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *